Posse – GO

Geografia

Está localizada à nordeste de Brasília, 300 Km, e 24 km da fronteira estadual com a Bahia, na Rodovia interestadual BR-020 (Brasília-Salvador). A distância para a capital do estado, Goiânia, é 513 km. Pela malha viária há conexões na BR-153 / Anápolis / BR-060 / Abadiânia / Alexânia / Sobradinho / Planaltina / (DF) / Formosa / BR-020 / BR-030 / Bezerra / BR-020 / Vila Boa / Alvorada do Norte / GO-108.

Posse é uma cidade centenária situada ao lado Serra Geral, que separa Goiás da Bahia, tem um grande potencial para o turismo ecológico por ser o entroncamento entre a APAs (Área de Proteção Ambiental) das Nascentes do Rio Vermelho e o Parque Estadual de Terra Ronca. Oferece a melhor estrutura da região para conhecer o maior conjunto de cavernas do Centro-Oeste: o Parque Estadual da Terra Ronca, a 78 km (45 km em terra), o visitante pode conhecer cachoeiras, rios subterrâneos e formações rochosas.

Enquanto o lado Goiano da Serra Geral de Goiás é muito íngreme e acidentado, o que favorece e muito a pratica de esportes radicais, principalmente a trilha de motos, o lado Baiano é suave e logo se torna uma área absolutamente plana. Formou-se ali uma região extensa, plana, com clima e topografia ideais para a plantação em larga escala e intensamente mecanizada. Estende-se ali uma sucessão de grandes fazendas, alternando apenas a tonalidade do verde das principais culturas: soja, milho, arroz, feijão e algodão.

A cidade pertence a Microregião do Vão do Paranã, que é composto por 12 municípios com 88,913 habitantes numa área total de 17,452.90 km². A densidade populacional da região é muito baixa: 6.09 hab/km².

Com uma localização privilegiada aos pés da Serra das Araras, com temperatura média de 25 °C e suprimento de água mineral vinda da Serra Geral a Jusante.

A parte leste do município é cortado pelo Rio Paranã e seus afluentes. Correspondente ao chamado Vão, uma área que se estende vale elevado do rio aos platôs que o cercam. Suas terras são férteis, com pasto e matas ciliares.

  • População (2005): 27,591
  • Área Total (2002): 1,949.6 km²
  • Altitude: 811 m
  • Se tornou cidade: 1872
  • CEP: 73900-000

Política

Em Janeiro de 2005 assumiu mantado o Prefeito Stanley Sebastião Valente, reeleito na eleição municipal de 2004. Assumiram mantado também os 9 membros da Câmara Munícipal.

Demografia

Em 2005 a densidade demografica era 14.15 hab/km². Em 2003 havia 19.817 habitantes morando na cidade e 6,811 na zona rural. A População cresceu cerca de 6.000 inhabitants desde 1980.

Economia

The main economic activity of the town is commerce. The preponderance of commerce is due to the strategic location of being on the border between Goiás and Bahia. Besides the inhabitants of the town, the population of the west of Bahia also shops in Posse. The town serves a population of 50,000 people.

Agriculture stimulates the commerce of the town, with farmers coming from the vast agricultural region of the west of Bahia. Machines, seeds, fertilizers, and other products are acquired in Posse. Although they have farms in Bahia, most of the large farmers, who are mainly from the south of the country, live in Posse.

There is an industrial district in the town–Distrito Agroindustrial – DAIP. As of 2005 there were 38 industrial units and 289 commercial units. The sector employing more people was commerce with 1,026 workers, followed by transformation industries, with 176 workers.

In 2005 there were 3 financial institutions: – Banco do Brasil S.A. – BRADESCO S.A. – Banco Itaú S.A .

In 2004 there were 1,092 automobiles in the municipality.

After commerce, cattle raising is the second most important economic activity of the region. There were 87,000 head of cattle in 2004. Other animals raised were poultry, 37,000 head, and swine, 3,200 head.

The main agricultural products were rice, bananas, sugarcane, beans, manioc, and corn (24 km² planted).

Saúde e educação

In 2003 there was 1 hospital, with 51 beds, and 6 ambulatory health clinics. There were 26 doctors, 4 nurses, and 6 dentists in 2002. In 2000 the infant mortality rate was 24.55, below the national average of 33.0.

In 2005 the school system had 46 schools, 208 classrooms, 538 teachers, and 10,431 students. There were 4 middle schools with 1,410 students. There was a campus of the State University of Goiás–UEG – Faculdade de Educação, Ciências e Letras de Posse, with 986 students in 2003. In 2000 the adult literacy rate was 79%, below the national average of 86.4%.

Turismo

There are many waterfalls in the region, the most important being those of Rio Água Quente, on Fazenda Quebradas; Rio Prata, on Fazenda Campo Bonito; Rio Piracanjuba, on Fazenda Santo Antônio; and Rio Buriti, on the ranch of the same name.

História

O primitivo arraial de Posse, situado abaixo da confluência do Rio Prata com o Corrente, zona campestre de magníficas pastagens naturais, foi fundado, no início do século XIX, por imigrantes nordestinos que, fugindo às secas, vinham à procura de boas terras para o cultivo de cereais.

Nessa região, conhecida por Buenos Aires, em homenagem aos descendentes de argentinos, portugueses e uruguaios, cuja existência é lembrada pela denominação dos cursos d’água: Rios Corrente, Prata e Porto Buenos Aires; o pastoreio, o curral, a lavoura e o engenho constituíram as bases econômicas da povoação.

O impaludismo provocou a decadência do povoado, logo nos primeiros anos de sua fundação, e a consequente retirada dos habitantes para a zona da chapada, fronteiriça à Serra Geral ou das Araras, onde se formou o novo povoado de “Posse”, topônimo decorrente do “apoderamento” da área à margem do Córrego Passagem dos Gerais, pelos primitivos habitantes.

Nazário da Silva Ribeiro, o fundador, construiu inicialmente uma capela em louvor a Nossa Senhora Santana, em torno da qual foram surgindo várias moradas, e com o rápido desenvolvimento da indústria rural, agricultura e criação de gado, o povoado passou a distrito, pela Resolução Provincial nº 11, de 24 de novembro de 1855.

Sua autonomia municipal foi concedida, em 19 de julho de 1872, pela Resolução Provincial nº 485, com a nova denominação de “Nossa Senhora Santana de Posse”, mais tarde mudado para o topônimo original: POSSE.

O grande salto para o desenvolvimento de Posse foi dado com a inauguração da rodovia asfaltada BR-020, Brasília-Salvador, que passa pelo município, a partir dos fins da década de 1970.

Indice de Desenvolvimento Humado

Posse is in the lower third position on the United Nations HDI-M with a rating of 0.711: 194 out of 242 municipalities in the state.

  • Expectativa de Vida: 68.731
  • População Adulta Alfabetizada: 0.765
  • Atendimento Escolar: 0.846
  • HDI-M: 0.711
  • Ranking Estadual: 194 (dos 242)
  • Ranking Nacional: 2800 (dos 5507)

(Dados referentes ao ano 2000)

Fontes:
http://en.wikipedia.org
http://biblioteca.ibge.gov.br
VN:F [1.9.22_1171]

O que achou? Avalie

Rating: 0.0/5 (0 votes cast)