KXF 250 Kawasaki | Moto de Motocross

Novidades Kawasaki KX 250 F 2013

A nova 250F oferece três plugues pré-programados, semelhantes aos da 450F, que mudam o mapeamento: Standard, Soft e Hard, para diferentes tipos de terreno. Isto possibilita alterar drasticamente o fornecimento de energia com base na preferência do piloto e condições da pista numa questão de segundos.Design mais fino e maior rigidez foram os principais temas focados no chassi 2013. Ele é 4 mm mais estreito entre os joelhos, com a posição do tanque de combustível mais baixo, melhorando o posicionamento e também com o objetivo de reduzir a flexibilidade e oferecendo mais estabilidade. A Kawasaki reforçou o chassi na caixa de direção e os suportes superiores do motor e aumentou o braço oscilante, tudo procurando oferecer mais maneabilidade na tocada da nova 250F.Na suspensão Showa, foi mantido o sistema SSF, com um lado do garfo com óleo e o outro com mola, não oferecendo ainda o modelo a ar que vem na 450F 2013, que utiliza a Kayaba. E o diâmetro das bengalas foram aumentados para 48 mm, e receberam diversos ajustes e refinamentos.E para os freios, novo cilindro mestre dianteiro, além de novas pastilhas, visando maior poder de frenagem e controle.

Fotos Kawasaki KX 250 F 2013

Novidades da Kawasaki KX 250 F 2012

A grande novidade do modelo KXF 250 202 foi a introdução do sistema de injeção eletrônica de duplo estágio, Keihin DFI, 43 mm, duplo injetor. O sistema que já era usado nas motos top de rua, como a  ZX-10R, é um grande passo para deixar os carburadores definitivamente no passado. Mas como esse injetor duplo funciona? O primeiro estágio injeta combustível na moto lingando até 5000 rpm a 7000 rpm. O injetor secundário cuida do combustível de 7000 rpm até 13,000 rpm. Quando a aceleração é total o injetor primário fecha e o secundário, localizado na abertura de ar, abre completamente.

Novidades da Kawasaki KX 250 F 2011

A KX 250 F aderiu também à onda da injeção eletrônica utilizando basicamente o mesmo sistema da sua irmã maior de 450, porém com o fluxo cerca de 20% maior para acompanhar os giros mais altos do motor.O motor recebeu também um novo coletor, comando de admissão mais agressivo e molas de admissão mais fortes. O pistão foi modificado e a taxa de compressão cresceu de 13.2:1 para 13.5:1. O desenho foi aproveitado das motocicletas oficias da equipe Pro Circuit Kawasaki. O cano de escape de aço inox ficou mais longo e a ponteira ganhou maior volume. O câmbio também recebeu engrenagens da 3ª e 4ª marchas mais robustas.A grande surpresa da KXF 250 2011 ficou por conta do novo conceito de suspensão dianteira, Showa SSF, com a mola em uma das bengalas do garfo, e o sistema hidráulico na outra. Segundo a fabrica o novo sistema permitiu a redução de peso e uma maior facilidade no ajuste da suspensão. Do lado direito é possível regular a carga da mola enquanto as funções hudráulicas são ajustadas em compressão e retorno no lado esquerdo.

Fotos Kawasaki KX 250 F 2013

Ficha Técnica Kawasaki KX 250 F 2011

Motor:4 tempos monociclindrico 4 válvulas refrigeração líquida
Capacidade:249cc
Diâmetro X Curso: 77 x 53.6 mm
Alimentação:Injeção Eletrônica Keihin 43mm
Taxa de compressão:13.5:1
Ignição:Digital CDI
Transmissão:5 marchas com embreagem em banho de óleo
Quadro:Perimetral de alumínio
Caster / Trail:28º / 119.38 mm
Suspensão dianteira:Showa SSF telescópica invertida com ajuste de carga da mola de um lado e 22 posições de compressão e 20 de retorno do outro. Curso 315mm.
Suspensão traseira:Uni-Trak com amortecedor Showa. Com 19 posições de ajuste da compressão (low speed) mais ajuste (high speed). 22 posições de ajuste no retorno. Curso 310mm.
Pneu Dianteiro:80/100-21
Pneu traseiro:100/90-19
Freio dianteiro:Disco semiflutuante de 250mm com pinça de duplo pistão
Freio traseiro:Disco 240mm com pinça de pistão simples
Comprimento total:2.146 mm
Largura total:820.4 mm
Altura:1270 mm
Distância entreeixos:1475 mm
Distância livre do solo:330mm
Altura do assento:944 mm
Peso em ordem de marcha:105,5 kg
Tanque de combustível:7,2 Litros
Cor:Verde